16 de agosto de 2013

Variedade e comportamento de público

Há algum tempo venho observando o comportamento e a reação dos mais diversos públicos em relação ao meu novo espetáculo ABRAKADABRA- Acredite no Impossível, graças a uma agenda bem diversificada sendo cada show realizado em localidades diferentes, com variados costumes, culturas e tradições, percebi uma grande diferença de região para região e realizando o mesmo espetáculo pude perceber e elencar algumas características de público como por exemplo:
PUBLICO FERVOROSO: Aquele que durante o espetáculo interage com o artista, ri sem pudores participa das brincadeiras no palco de forma espontânea entrando no clima do show, se voluntariam para participar das interações e se divertem o tempo todo ao final do espetáculo aplaudem fervorosamente, cumprimentam o artista, pedem autógrafos e tiram fotos como lembrança daquele momento especial que estão presenciando.
PUBLICO CONTROLADO: É possível perceber através das reações e das fisionomias que estão gostando do espetáculo, mas não demonstram isso exteriormente, precisam de um estímulo vindo do artista para que possam aplaudir e participar das brincadeiras propostas é como se controlassem para não demonstrar de mais que estão gostando, o riso é contido, meio tímido, os aplausos são mecânicos e poucos se voluntariam a participar no palco, entretanto após o show muitos vem elogiar, parabenizando e dizendo que gostaram muito. O problema fica durante a apresentação.
PUBLICO DISTANTE: Existe uma grande dificuldade de atingir os espectadores, parece que a televisão contaminou as pessoas ali presentes que parecem simplesmente assistir de forma passiva o que acontece, não falam, riem moderadamente e os aplausos precisam ser praticamente "arrancados" do público, não existe relação direta entra plateia e artista quem por sua vez tenta a todo modo uma maior participação das pessoas que parecem distantes ficando uma dúvida no ar se estão gostando ou não, se o espetáculo está agradando ou não é um dilema difícil de se responder e causa uma certa inquietação no artista que não entende tal reação mesmo sabendo que o espetáculo está realizado em sua essência da mesma maneira que sempre funcionou em todos os lugares.
Claro que foi observado tipo de público, faixa etária e outros fatores que determinam algumas diferenças de comportamento essas observações sobre tipos de público foi elaborada com base em um público misto com crianças, jovens e adultos, a linguagem e forma de abordagem são de acordo com o público encontrado, mesmo assim existe essa diferença, pude notar que em algumas regiões todas as cidades em volta tinham o mesmo comportamento, diferente de outras regiões, no caso de cidades menores o público fica entre controlado e distante, já em cidades maiores o público é mais fervoroso, claro que nessa regra também existem várias exceções mas num aspecto

geral foi o que pude notar.
O que pode causar essa diferença de comportamento? Acesso a cultura? Conhecimento artístico? Influência da televisão? Falta de domínio do artista? Timing? Acredito que todo artista passa por isso, dessa forma elaborei esse artigo afim de acalmar um pouco esses sentimento de inquietação, pois uma realidade é certa, cada público é original e tem suas peculiaridades é isso que faz do artista um profissional camaleão que precisa se adaptar as diversas realidades encontradas durante sua carreira, esse é o segredo: adaptação sempre.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...